You are currently browsing the category archive for the ‘meninas superpoderosas’ category.

poderosasdasemana

 

Jane Austen

Daphne du Maurier

Agatha Christie

Clarice Lispector

Cecilia Meireles

Anúncios

Poderosas da Semana

Animais famosos (do sexo feminino, de ficção ou não)
Dolly – a ovelha clonada
Galinha Pintadinha – a campeã de audiência das crianças
Giserda – a Galinha de Chico Bento
Minnie – a eterna noiva de Mickey
Vovó Donalda – a pata-matriarca das tortas de maçã

 

Poderosas da Semana

 

Personagens de Novela que sofreram algum tipo de doença:
Erica (Samara Filipo em Malhação) – sofria de AIDS
 Carla (Mel Fronckowiak em Rebelde) – bulimia
Camila (Carolina Dickman em Laços de Familia) – leucemia
Laura (Gloria Meneses em Senhora do Destino) – alzheimer
Haydee (Christiane Torloni em America) – cleptomania
Luciana (Alinne Moraes em Viver a vida) – tetraplegia
Homenageando todas as atrizes ao fugir dos padrões “saude e beleza” e ter coragem de mostrar o que as pessoas doentes sofrem.

Grazi Massafera

Lady Gaga

Alinne Moraes

Xuxa

Fatima Bernardes

Fatima Dannemann

Marlene Dietrich, Greta Garbo, Vivian Leigh, Shirley McLaine, Susan Sarandon, Betty Davies, Winona Ryder, Julia Roberts e agora Sandra Bullock. O destino e a carreira dessas mulheres e atrizes, distantes mais no tempo que no espaço – falamos do escurinho do cinema, é claro – tem um ponto em comum. Todas estrelaram ou no mínimo dividiram o papel principal com outra atriz em filmes em que as mulheres dominaram a cena quase ao ponto de ofuscar seus parceiros masculinos. Esta fórmula tem dado certo desde que Hollywood é Hollywood e vira e mexe um filme de mulheres surge nas telonas. Se não for para ser indicado ou mesmo vencedor do Oscar, como aconteceu com “E o vento levou”, que antes de drama épico é principalmente um filme sobre mulheres, pelo menos se tornará um cult. Tal como aconteceu com Tomates Verdes Fritos, Thelma e Louise, ou, quem preferir ser mais clássico, com Irma La Douce.
Simpáticas senhoras prontas para ajudar as mocinhas em apuro. Em vez de metrópole, uma típica cidadezinha do interior. Daquelas que pode ficar situada em qualquer um dos 50 estados norte-americanos. Cenas em flash-back, mostram infancia, adolescência e juventude das mulheres mais velhas. Epa!!! Você já viu isso em Tomates Verdes Fritos. Ah, e já viu também em Colcha de Retalhos, lembra? E a cena da estrada em carro conversível lhe fez lembrar Thelma e Louise. Não é para menos. Hollywood tem dessas coisas, reinventar fórmulas que deram certo e dessa vez é a roteirista de Thelma e Luise, que ganhou o Oscar, lembram?, Callie Khouri, que assina a direção de Divinos Segredos, que traz Sandra Bullock no papel de Siddalee, que deixa uma cidadezinha para tentar a carreira de dramaturga em Nova York e ao mesmo tempo fugir a dominadora mãe, Vivi, com quem ela rompe a amizade após uma entrevista. As amigas da mãe, que formam a fraternidade Ya Ya, sequestram Sidda, a levam para a cidade e começam a bombardear a garota com albuns de foto e lembranças até que a coisa muda de figura.
Seja conflito mãe e filha, problemas de mulher divorciada com a atual do ex-marido, como na divertida ‘” Ela é o diabo” com Meryl Streep, seja em épicos em que mulheres desafiam os padrões da época e lutam não só por sua própria sobrevivencia como para ajudar quem está por perto, como em “…E o vento levou”, histórias que tem mulheres ou suas histórias em primeiro plano garantem polpudas bilheterias aos produtores e exibidores de cinema. Foi um desses filmes, aliás, que deu tardiamente a primeira indicação ao Oscar a uma das mais conhecidas estrelas dos aureos tempos em Hollywood, Lauren Bacall. Em 96, contracenando com Barbra Streisand num típico filme de mulheres, La Bacall foi indicada ao Oscar de Melhor atriz coadjuvante por O espelho tem duas faces. Nesse filme, Barbra é uma professora de literatura solitária e feia que responde a um anuncio de correio sentimental e conhece um bonitão. Bacall é a mãe não só da feiosa como de uma filha bonita e bem sucedida. Aliás, o contraponto entre a feia e a bonita está presente em vários desses filmes. Romance de Outono, é uma dessas histórias. Shirley Mc Laine acaba de ficar viuva com suas duas filhas, novamente uma bonita e bem sucedida e uma feia e frustrada. Enquanto isso, ela própria, judia, se apaixona por um viuvo italiano. E haja conflito.
Mas, os filmes de mulheres nem sempre são sobre meninas boazinhas. Betty Davies, que estrelou A Malvada, que o diga. As vezes, esses filmes falam de prostitutas. Mesmo que sejam adoráveis prostitutas como Irma La Douce, de Billy Wilder, com a mesma Shirley Mc Laine que muitos anos mais tarde viria a protagonizar o lacrimoso e oscarizado Laços de Ternura, filme sobre mãe e filha, ou sogra e genro, quem preferir, mas que muitos acham que nem merecia a indicação, quanto mais o Oscar de melhor filme. As vezes, elas são procuradas pela polícia como se fossem Butch Cassidy e Sundance Kid que trocaram os cavalos por um conversível, mas sem direito a final feliz. Foi isso que Susan Sarandon e Geena Davies vivem em Thelma e Luise, produzido por Ridley Scott, o diretor de Gladiators e Blade Runner, típico filmes “de homens”.
Divinos Segredos entrou em cartaz nacional na ultima sexta-feira e está mais do que badalado nas revistas, jornais e sites da internet e mesmo que não estoure em bilheteria, promete lugar garantido entre os que cultuam esse tipo de filme. Afinal filmes de mulheres, ou sobre mulheres, mesmo que seja de pontos de vista não convencional, como o “Meninos não choram”, uma discutível historinha gay que ganhou indicações ao Oscar nos ultimos anos do século passado, têm prestígio. Entre a crítica, também.

Fatima Dannemann

Às vésperas do dia internacional da mulher, nada melhor do que homenagear as secretarias domésticas. Muito mais do que fieis escudeiras que cuidam de outras famílias, são mulheres que se desdobram, acordam cedo, tomam as vezes três ônibus para chegar ao trabalho e quando voltam para casa ainda são obrigadas a uma nova jornada de trabalho para cuidar de sua própria casa. Aqui, algumas delas:

Laura – empregada aqui em casa há mais de 20 anos

Eliana – praticamente criou os três filhos de minha irmã

Dona Dioclécia – ex-lavadeira aqui de casa (não sei se está viva ainda mas menciono assim mesmo)

Fabiana – secretaria da casa de meu irmão Carlinhos

Neide e Leda – irmãs e faxineiras

Maria – (in memoriam) foi empregada de minha avó por mais de 15 anos

Anne – secretaria de meu irmão Marcelo

Lucilia – filha de Laura e ex-secretaria aqui de casa

Débora – empregada da casa de meu tio

Leticia Spiller

Monique Alfradique

Juliana Baroni

Bianca Rinaldi

Barbara Borges

Andreia Veiga

Amdreia Faria

Danni Carlos – desbancou as “boazudas”, as “chiques” e as “cheias de frufru e foi até a final de A Fazenda.

Taís Araújo – Voltou pro marido (Lázaro Ramos) e pras novelas e ainda por cima ganhou o papel de Helena na próxima novela de Manoel Carlos.

Priscila do BBB 9 – Periguete ou não, acabou se tornando mais famosa e mais comentada do que o próprio vencedor, Max. Ah, e barrou Vovó Nana na noite de autógrafos da revista Playboy.

Michele Obama – a primeira-dama norte americana não tem medo de ser feliz e aparece de bermuda nas fotos. Como diz o ditado, “quem pode, pode…”

Alinne Moraes – Enquanto seu ex-marido virou “primeiro-damo” de estrela Global e está sumido desde o final de A Favorita, Alinne ganha mais um personagem esquisito e de destaque nas novelas.

Bookmark and Share

poderosasdasemana

Vera Martins

Gabriela Rossi

Berna Faria

Ângela Guimarães

Evanice Santos

Aurora Vasconcelos

Isabel Santos

Kardé Mourão

Marjorie Moura

Ana Lívia Lopes

Kátia Borges

Patrícia Moreira

Eduarda Uzeda

Vera Mattos

Ana Maria Vieira

Angela Barreto

Monica Bichara

e muitas outras que fazem um jornalismo sério e profissional de norte a sul do pais

Madonna – pegar um gatinho como Jesus merece tudo (mesmo que ele negue enfaticamente)

Hillary Clinton – ou as pessoas realmente acham que Barak Obama está governando sozinho?

Ana Paula Arósio – mesmo fora das novelas é lembrada de vez em quando.

Susan Boyle – feia, mocoronga, mas deixou todo mundo calado, emocionado e vai para a final de um programa de calouro.

Sharon Stone – aos 51 anos, ela deixa muita menina de 20 no chinelo, apesar de algumas evidencias de plástica na face…

mais acessados

  • Nenhum

Fotki

Twitter

    follow me on Twitter

    Páginas

    outubro 2017
    S T Q Q S S D
    « mar    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031