You are currently browsing the monthly archive for março 2017.

ally

Descobri Lucinda Riley por conta da capa de um de seus livros que me impressionou muito, A luz através da janela. Comprei, gostei, fiquei fã, comprei e li outros livros da mesma autora até chegar à saga As Sete Irmãs. Segundo a autora, serão sete romances, cada um deles contando a historia de uma das irmãs adotivas que ganharam nomes inspirados nas estrelas (e lendas) da constelação das Pleiades. Em linhas gerais, um milionário identificado como Pa Salt, cria seis meninas numa mansão às margens do Lac Leman, na Suiça, próximo a Genebra. Um belo dia ele morre, as moças são convocadas à casa onde além da herança recebem pistas de suas origens.  Então vão a luta para descobrir quem realmente são e de onde vieram.

Já saíram três volumes. O primeiro, é a historia de Maia – a primeira a ser adotada – que se passa no Brasil e cujos ancestrais estão ligados à construção do Cristo Redentor. “A irmã da tempestade”, o segundo livro, se passa entre a Grecia e Londres atuais de Ally (Alcione), cujas origens estão ligadas à Noruega e ao compositor Grieg. Em “A irmã das sombras”, a protagonista é Estrela com participação de sua inseparável irmã Ceci. Se passa na Inglaterra e novamente tem o aspecto fantasioso ao ligar sua historia ao Rei da Inglaterra e a uma escritora de historias infantis.

Os livros de Lucinda Riley são bons de ler embora sigam sempre uma mesma linha misturando passado e presente. No final é que tudo é esclarecido embora seja possível até advinhar algumas coisas. São meio clichês na medida em que as heroínas sofrem, sofrem, sofrem até chegarem ao sonhado final feliz. Mas vale a leitura. Das sete irmãs, a historia da Ally foi o que eu mais gostei. Principalmente pelo modo como ela narra o estilo de vida na Noruega da virada dos séculos XIX e XX.  Mas de todos os livros de Riley, os que eu mais gostei realmente foram A luz através da janela e A garota do Penhasco. Mas estes são outras historias.

 

Anúncios

jegue
Se o bullying chegasse ao mundo animal, com certeza o jegue seria o campeão absoluto da categoria. Como vitima. Ele tem sido alvo de piadas, brincadeiras, corridas com nomes engraçados e até de musicas de forró. egue é um mamífero da família dos equinos, conhecido cientificamente como Equus asinus, e costuma ser muito utilizado como animal de transporte, tração e carga, devido a sua grande resistência.
Muita gente não sabe que jumento, asno e jegue são exatamente sinônimos embora muitas pessoas prefiram o termo jumento ou a palavra asno por causa do sentido pejorativo que a palavra jegue assumiu com o passar dos tempos associado a pessoas com comportamento exagerado ou sem noção.
Os jegues medem aproximadamente 1,30 metros de altura e chegam a pesar 400 quilos. Não devem ser confundidos com burros e mulas que são híbridos e resultado do cruzamento entre jegues e éguas. No Brasil, o jegue é um animal bastante popular na região nordeste. Costumam ser organizados festivais dedicados exclusivamente a estes animais.
Fonte: significados.com

Fui a Aparecida num bate volta Campos de Jordão – Aparecida – São Paulo com minha mãe, irmã e sobrinho. Gostei, achei interessante mas aviso: fora a Basilica – enorme – não há nada mais o que ver na cidade que é apenas uma cidade do interior.

A cidade, aliás, existe por causa da fé católica que se consolidou com o aparecimento da imagem no século XVIII.  Os milagres atribuídos à representação levaram à construção de uma capela, em 1745, ao redor do qual se estabeleceram vários fiéis e os primeiros residentes. O numero de fieis cresceu tanto que em meados do século XX foi criada a nova basilica que é imensa.

Esta configura-se como o maior centro de peregrinação religiosa da América Latina, recebendo anualmente milhões de visitantes, os quais fazem do município um dos principais núcleos turísticos do Brasil. O municipío fica a 170 km de São Paulo. Tem cerca de 40 mil habitantes e recebe um mundo de visitantes nas epoicas das festividades catolicas.

Poderosas da Semana

 

Atrizes no oscar

Emma Stone – mesmo com a dicção esquisita faturou todos os prêmios de intretação do ano

Octavia Spencer – a cena em que ela rouba um livro em Estrelas Alem do Tempo não tem preço.

Meryl Streep – Todo ano é indicada ao Oscar, comparece a festa sabendo que não vai ganhar mas não perde a pose

Viola Davis – a premiada mais chique da noite do Oscar. Impecável.

Jennifer Anniston – a ex-Sra Brad Pitt não fez feio

Flores para quem merece flores e espinho para quem precisa

Flores para

Sgt Pepper Lonely Heart Club Band – o álbum dos Beatles por seus 50 anos

Mulher Maravilha – que inspirou monte de fantasias de carnival este ano

Rock Story – a novela deu uma melhorada nos últimos tempos

Espinhos para

Quem ainda quer votar em Lula a essa altura do campeonato

A agencia que fez a propaganda da Sadia chamando a concorrência de Luis Augusto. Ficou feio. Para os “Luis Augusto” e para a marca

Reporteres perguntando besteiras aos foliões em vez de ficarem calados e só mostrarem a festa.

 

ffa95-cestabasica-749020

 

Tentáculos de polvo………… R$58,00 (quilo)

Prime Rib Wessel……………..R$96,97 (quilo)

Suco Casa Madeira………….R$16,00 (litro)

Relish chorando com cebola…R$20,98 (unidade)

Hamburguer de Picanha …….R$16,40 (400g)

Gin Tanqueray…………………..R$89,90

Fonte: Almacen Pepe

mais acessados

  • Nenhum

Fotki

Twitter

    follow me on Twitter

    Páginas

    março 2017
    S T Q Q S S D
    « fev    
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
    Anúncios