Esta semana apenas uma poderosa. Eliana Kertesz, falecida domingo, fazendo uma homenagem póstuma. Repito aqui, o que eu postei no Facebook

Uma palavra para lembrar Eliana Kertesz: ela quebrou padrões. Poderia ter esculpido longilineas deusas magras. Escolheu as gordinhas para mostrar que o importante é a auto estima não os padroes estéticos. Por isso suas meninas dançam felizes la na Ondina na praça que agora leva seu nome.. Monumentos que ficarão para sempre como lembrança de alguem que passou brilhantemente pela política mas que encontrou sia maior expressão na arte. Descanse em paz e que Deus conforte seus familiares

Anúncios