No final de abril, o mundo parou para assistir o casamento do Principe William, neto da Rainha Elizabeth II da Ingalterra com Kate Midleton, filha de empresarios do ramo de eventos. O vestido, que lembrava o da princesa Grace de Monaco, deu o que falar.

No casamento de Kate e William, no entanto, foram as primas do noivo, Beatrice e Eugenie, filhas do Principe Andrew com Sarah Fergunson, que roubaram a cena da pior forma possivel: vestidos espalhafatosos e o chapeu extravagante de Beatrice teriam sido a vingança das duas moças porque a mãe não foi convidada para as festas.

Tem gente que não desgruda o celular nem em casamentos chics, mesmo que sejam de cabeças coroadas com o de William e Kate. Está ai a cantora Joss Stone, quase impecavel se não fosse o detalhe do telefone em plena cerimônia.

No inicio de julho, tres dias de festa sacudiram o Principado de Mônaco, na Costa do Mar Mediterraneo, com o casamento do Principe Albert com a ex-nadadora Charlene Wittstock. Foram tres dias de festa com um desfile de cabeças coroadas, personalidades do mundo fashion e muitas páginas de revista. Carlene usou um belíssimo vestido Armani.

Em fim de julho, um outro casamento movimentou a familia real ingelsa com cerimônia em Edimburgo Escocia. Foi a vez de Zara, filha mais velha da princesa Anne, irmã de Charles, tia de William. O casamento fez o gênero chic e simples com uma recepção pré-casamento no Iate Real Britannia. Deram o que falar os modelitos usados por Kate Midleton que, segundo as más línguas, eram peças já vistas em temporadas anteriores. Zara é princesa de nascimento, mas nunca usou o titulo porque a mãe quis dar aos filhos uma vida normal sem muitos protocolos.