You are currently browsing the monthly archive for novembro 2011.

“Faz parte do jogo, não tenho nada contra fulano mas preciso votar em alguem”. Essa frase serve para que uns e outros destilem suas antipatias, façam valer alianças malucas e detonem os adversarios nos realities shows que vem tomando conta das diversas emissoras desde que a Casa dos Artistas foi lançada no inicio da década passada pelo SBT. Depois disso, vieram Big Brother Brasil, Fama, A Fazenda, Hipertensão, No Limite e têm sido tantos, alguns ainda em cartaz, outros aposentados nas primeiras edições, alguns mais sérios, como O Aprendiz, outros como quadro de programas como Mais Você, Caldeirão do Huck e até mesmo o Fantástico (a Menina Fantastica não deixa de ser um realitie com paredão e tudo). Entre outros, alguns:

Big Brother Brasil – Ainda é o mais famoso e o mais disputado. Não acrescenta nada a quem assiste e poucos, entre os que participaram, chegaram a usufruir mais do que os costumeiros 15 minutos de fama, entre os quais Sabrina Sato, que virou apresentadora de TV, Grazi Massafera, que virou atriz e Jean Willys, hoje deputado. Outros são vistos como jurados de programa de TV ou em badalações, mas é tudo. O premio é milionário a exposição é enorme e talvez por isso o numero de inscrições bata sucessivos recordes todos os anos. Curioso é que a Globo ainda não começou a anunciar o BBB 12. Acabou se tornando uma novela de verão.

O Aprendiz – A nova versão do reality apresentado pela Record é O Empreendedor. Tem João Doria Jr como apresentador desde que Roberto Justus se afastou. Este ano, promote R$1,5 milhão em premio para o vencedor. A cada rodada (são apresentadas duas por semana) a equipe vencedora ganha um premio especial, geralmente viagens. festas, jantares, etc. As provas são dificeis e, ao contrario de outros realities, o povo não vota nos vencedores ou eliminados, tudo acontece na sala de reunião onde Doria e dois consultores discutem os erros e demitem um dos integrantes da equipe que perder o desafio da vez. Este ano, o programa foi totalmente repaginado e teve 153 mil inscrições.

A Fazenda – Não é BBB, nem Casa dos Artistas, é diferente mas na ultima edição reuniu uma “fauna” no minimo curiosa: a ex-namorada do jogador Adriano, Joana Machado, que foi a vencedora, o cantor Compadre Washington, o irmão de Bruno Gagliasso, Tiago, o ex-jogador Dinei, a ex-modelo Monique Evans, e a ex-Bruna Surfistinha, Raquel Pacheco entre outras “celebridades”. Rolou muia briga, um tapa, uma expulsão, animais maltratados, tititis, bate boca. No fim, Joana levou a melhor até porque se saiu bem nas provas semanais por conta do preparo físico (ela era personal trainer).

Super-Chef – esse realitie na verdade é um quadro do Mais Você. Uma espécie de “big brother comida” com o mesmo tipo de votação pelo público (devia ser um juri especializado), foco em panelinhas, combinações de votos e outras coisinhas. Não diminui nada, mas tambem não acrescenta. E se alguem pensar em pegar receitas novas, esqueça.

Projeto Fashion – Segue a linha de outros realities profissionais, estilistas precisam cumprir provas como criar roupas para a embalagem de uma tintura de cabelo, usar materiais reciclados, criar modelos para loja de departamentos e outros desafios semelhantes. O chato são os jurados – entre os quais a apresentadora do programa, Adriane Galisteu – que muitas vezes humilham os participantes ao criticar os modelos. O formato não é ruim, o resultado é interessante, mas o dia não ajuda> sábado, tarde da noite. Exibido pela Band.

Hipertensão – Esse á um programa feio, com provas cavernosas e uma apresentadora sen sak, Tem gente que gosta, tudoi bem (tem gosto para tudo), mas é completamente dispensável. Foi exibido na Globo mais ou menos na mesma época que A Fazenda,, cheio de cobras, serpentes, fogo e outros lixos.

A comida grega é saborosa, cheia de cores e cheiros. Alem do moussaka, que lembra uma lasanha, tem os churrascos gregos, alguns servidos com pães, deliciosos, e nas ilhas a estrela da festa é o polvo. Os restaurantes são charmosos.

Este tem cadeiras coloridas. E fica em Mikonos, uma das ilhas mais badaladas do pais.

Em Santorini, fica esse restaurante todo em tons terras e muito colorido. Os cinzeiros na mesa indicam justamente o que parece: o grego fuma adoidado e em qualquer lugar.

Outro restaurante de Mikonos, este todo enfeitado de margaridinhas, muito fofo. Como vivem de turismo, a maioria das ilhas gregas são repletas de restaurantes, bares, cafés, todos bem charmosinhos.

Fiquei em duvida se seria um restaurante, uma sacada de hotel ou apenas uma varanda particular. Tem várias assim em Santorini. Achei charmoso e fotografei.

estava me lembrando como o “um lugar no mundo” começou> Foi meio de brincadeira em um dos meus fotologs. Eu catava foto na net, colocava um titulo “tal lugar existe”. Os primeiros foram assim até que um dia eu pensei: porque não acrescentar uma pequena pesquisa sobre o lugar. Fui fazendo assim, com lugares que eu conheço, que eu não conheço, etc.

Nos ultimos tempos vinha postando apenas fotos com textos-legenda curtinhos. As viagens e os lugares me inspiraram um blog vizinho o Meu Mundo e Tudo Mais (sim o titulo é uma homenagem à música de Guilherme Aranges), que eu ainda estou estruturando (mas podem visitar e seguir, sim0.

Enquanto isso, vamos continuar com a coluna Um Lugar no Mundo. Dessa vez, com um lugar pra lá de especial onde eu já estive TRES VEZES, e vou outras milhares de vezes. Adoro Veneza, um lugar mágico apesar de eternamente supoerlotado de turistas e visitantes.

Veneza (em italiano: Venezia, em vêneto: Venexia, AFI: [veˈnɛsja]) é uma cidade e comuna italiana da região do Vêneto, província de Veneza no nordeste de Itália. Tem cerca de 271 009 habitantes e é conhecida pela sua história, canais, museus e monumentos. A comuna de Veneza estende-se por uma área de 412 km², incluindo as ilhas de Murano, Burano e outras na lagoa de Veneza, tendo uma densidade populacional de 646 hab/km². Faz fronteira com Campagna Lupia, Cavallino-Treporti, Chioggia, Jesolo, Marcon, Martellago, Mira, Mogliano Veneto (TV), Musile di Piave, Quarto d’Altino, Scorzè, Spinea. A parte de Veneza em terra firme é a fracção comunal de Mestre.

A cidade foi formada num arquipélago da laguna de Veneza, no golfo de Veneza, no noroeste do mar Adriático. Tornou-se uma potência comercial a partir do século X, no qual sua frota já era uma das maiores da Europa. Foi uma das cidades mais importantes da Europa, com uma história rica e complexa e um império de influência mundial comandado pelos doges, os líderes da cidade. Como cidade comercial, tinha várias feitorias e controlava várias rotas comerciais no Levante. Eram suas feitorias cidades como Negroponto e Dyrrhachium (atual Durrës), assim como ilhas inteiras: Creta, Rodes, Cefalônia e Zante, por exemplo. O historiador Fernand Braudel classificou-a como a primeira capital econômica do Capitalismo.

O patrono da cidade é São Marcos (festa em 25 de abril). A festa do povo do Véneto é celebrada em 25 de março, data da fundação da cidade.

É classificada como Património da Humanidade pela UNESCO. Dos muitos monumentos e locais turísticos existentes, destacam-se a imponente Basílica de São Marcos, na adjacente Praça de São Marcos, a famosa Ponte de Rialto sobre o Grande Canal, construída em 1588 segundo projeto de Antonio da Ponte, a Ca’ d’Oro e numerosas igrejas e museus.

Veneza é ainda famosa pelos seus certames internacionais, como o Festival de Cinema e a Bienal de Artes, pela Regata Histórica, que ocorre no primeiro domingo de setembro, pelo fabrico de vidro, pelo Carnaval de Veneza, pelos casinos e pelos seus passeios românticos, levando muitos casais a passarem suas luas-de-mel.

Nesta cidade nasceram os Papas Gregório XII, Eugênio IV, Paulo II, Alexandre VIII, Clemente XIII e Pio X, além de numerosos artistas e arquitectos como Antonio Vivarini (1440-1480), Antonio da Ponte (1512-1595), Tintoretto (1518-1594) e Canaletto (1697-1768). No campo da música, foi aqui que nasceu e viveu Antonio Vivaldi (1678-1741).

(os datos historicos são do Wikipedia)

Na primeira vez, eu fiquei em Castelfranco, uma cidade próxima, tambem no Veneto, e muito simpatica. Passei o dia em Veneza e voltei no ultimo vaporeto. Na segunda, foi engraçado. Em vez dos dias ensolarados e de céu muito asul, chovia horrores, teve maté alta, e nevou em Veneza. Sim, Nevou. Alguem dizia “Puxa, não sabemos como isso pode acontecer. Veneza raramente neva”. Mas nevou. E andar nas passarelas por casa da maré alta foi uma experiência única. Na terceira vez, ficamos num hotel bacaninha perto da Praça São Marcos, que é um programa obrigatório. Ou para ver as vitrines caríssimas, ou pra sentar num dos bares e cafés e tomar uma ou simplesmente ficar flanando por lá e ouvindo os músicos que se apresentam na área (oficialmente, nos bares, ou extraoficialmente fazendo performances no meio das ruas).

Fatima Dannemann

Sou contra a Ponte ligando Salvador a Ilha de Itaparica. Vai desfigurar a paisagem, vão ser gastos milhões e milhões de reais, dólares, euros que poderiam ser aproveitados em outras coisas tais como educação, saúde, moradia decente; vai arriscar a vida de milhares de trabalhadores pois é uma obra complicada. Melhor equipar o ferry-boat.

***

Uma coisa que eu não entendo é porque o ferry-boat Salvador-Bom Despacho é tão ruim. Na Europa, vai-se de um pais ao outro, e até de um continente a outro (tipo Espanha-Marrocos, Itália Tunisia, o que significa Europa-Africa) de ferry-boat. São navios grandes, seguros, confortáveis e com equipamentos de lazer.

***

Eu achei que era armação a briga de Zezé de Camargo e Luciano. Pode até nem ter sido, mas a impressão que fica é estranha. Bastou brigar, anunciar separação e no outro dia aparecem os dois chorando dizendo “oh, eu nunca vou lhe abandonar”. Parecia até letra de música brega. Seja como for, não faz diferença: eu não gosto de duplas sertanejas.

***

De mau gosto são as piadas com o ex-presidente Lula. Falta generosidade nas pessoas. Não digo chorar de pena da doença dele, mas pelo menos respeitar o momento. De pior gosto ainda é querer culpar partidos de oposição ao PT pela doença ou pelas piadas e ironias. Melhor não se manifestar do que escrever besteira nas redes sociais.

***

Falando em besteiras, João Henrique, nobre prefeito da Cidade de São Salvador da Bahia, deve estar furioso com as foto-montagens que circularam pelas redes sociais durante a semana criticando a situação de muitas ruas durante as chuvas. Algumas dessas montagens mostraram o Yellow Submarine, dos Beatles e até o prefeito nadando nas poças de lama.

***

Esta semana, o programa Bem estar, que a Globo exibe diariamente ás 10h da manhã, passou dos limites: exibiu um programa inteiro sobre implante de silicone e exibiu os tais peitos descartáveis como se fossem acessórios de moda. Os implantes deveriam servir para quem teve câncer de mama ou alguma mutilação e não ser medida de padrão de beleza.

***

Falando nisso, até para nascer, ninguém precisa mais de pai e mãe como antigamente: tudo de aluguel ou de doação. Duas novelas, aliás, vem mostrando e – de certa forma – incentivando a prática, Vida da Gente e Fina Estampa. Vai ver e por isso a humanidade está cada dia mais egoísta, materialista, e desatenta ao próximo.

***

A questão é: porque gente que quer porque quer ter filho, em vez de alugar barriga alheia, querer doação de óvulo, de espermatozóide e coisa e tal, simplesmente não adota uma criança? Várias novelas já mostraram pessoas não só adotando bebês, como até tirando crianças da rua.

***

Voltando ao Bem Estar, um dos problemas do programa são os apresentadores. Um rapaz (desculpem, mas não sei o nome dele) que sempre perde tempo em conversinhas e piadinhas com Sandra Annenberg, e uma loura com cabelo liso (coisa típica da imagem que a Globo quer passar de ser humano “perfeito”) que não dá pra convencer.

***

O Barradão faz 25 anos. Só soube disso graças aos porta-vozes extra-oficiais do VICE-toria, a TV Bahia. Pela “empolgação” de nosso representante nas séries menos favorecidas do Brasileirão, diria que a data nem sequer foi lembrada. Brincadeiras a parte, parabéns (só hoje) aos adversários. Que eles continuem sendo motivos de muita piada entre nós, torcedores do Bahia.

 

Fim de ano, época de comprar coisinhas novas para as festas de confraternização e para o verão que se aproxima, então, alguns preços de coisinhas básicas:
Sandalia com salto de plataforma ………………. R$ 159,90
Bolsa carteira ……………………………………..R$ 169,90
Cinto………………………………………. R$ 99,90
Sandalia rasteira bordada a mão………………… R$ 179,90
Sandalia de salto com fios de couro……………………R$ 259,90
Peep toe………………………….R$ 169,90
Scarpin –………………………………………… R$169,90
Bolsa tiracolo colorida…………………………………….. R$ 300,00
Fonte: Catalogo de verão da loja Shoestock, Sâo Paulo

 

Quem vê este animal no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, logo se pergunta “que bicho é esse?” Casuar, ave da Nova Guiné, tímido por um lado, agressivo por outro, uma das três maiores espécies de ave existentes na terra (as outras duas são a avestruz e a nossa Ema). O Casuar lembra um peru gigante, tem uma crista esquisita, patas enormes com um gancho metálico que o deixa capaz de matar alguém que lhe provoque (fora isso, dizem as pesquisas, ele é até tímido). O habitat preferencial do casuar são zonas florestais, onde haja um grande número de árvores disponíveis para produzir os frutos de que se alimentam. Neste ambiente o casuar desempenha a importante função ecológica de dispersar as sementes das árvores. O casuar tem papel importante na mitologia da Oceania representa geralmente uma figura maternal.
A plumagem do casuar é abundante e de cor acinzentada, com penas coloridas na base do pescoço. Estas aves têm uma crista encarnada no alto da cabeça, que cresce devagar durante os primeiros anos do animal e com função desconhecida. O casuar é uma ave ágil, que pode correr a cerca de 50 km/h e saltar 1,5 m sem qualquer balanço. São animais normalmente pacatos e tímidos que no entanto podem ser extremamente agressivos e perigosos para o Homem para proteger o ninho ou as suas crias.
Na época de reprodução os machos reclamam um território e procuram atrair uma fêmea, que permanece apenas, até pôr entre de 3 a 5 ovos. Após a postura a fêmea abandona o ninho e pode eventualmente acasalar noutro território. Os machos cuidam sozinhos dos ninhos e das crias durante os nove meses seguintes. Os juvenis são de cor acastanhada e só ganham a plumagem típica do adulto por volta dos três anos.
O casuar é uma ave importante para o Homem há centenas de anos como fonte de proteína através da carne e dos ovos. Algumas tribos nativas têm o hábito de assaltar os ninhos e criar os juvenis até à idade adulta, quando são vendidos ou mortos para consumo local; no entanto o casuar nunca foi completamente domesticado. È considerado “brabo” e uma placa no parque adverte aos incautos que uma simples patada pode matar alguém.
Fonte: Wikipedia

 

Bastou ter um mês mais chuvoso e o povo fica dizendo que é “castigo de Deus” porque a Bahia adotou o horário de verão. Mas, o povo esquece que em Salvador chove o ano inteiro, inclusive no verão.
***
Outra ilusão é dizer que as marés mais altas são as de março. Em setembro, segundo dados da marinha, ocorrem marés tão altas quanto as de março. Deve ser por causa das mudanças de estação.
***
Com as chuvas e a temperatura mais fria, o povo mudou o figurino e em vez de bermuda e camiseta estão andando de jaquetas, pachminas e até suéteres e casacos (leves, claro) pois mesmo com a chuva as temperaturas ainda estão altas.
***
Sobre a ponte ligando Salvador a Itaparica, pergunta-se: será que vale a pena? Entre a vantagem de ter uma viagem mais rápida e as desvantagens de desfigurar a paisagem, arriscar vidas de operários e trabalhadores, e agravar os problemas sociais da ilha o que pesa mais tem  que ser levado em conta.
***
Enquanto isso, caminhões de carga continuam trabalhando livremente na Pituba, Itaigara, Orla e outros bairros da cidade. Bem verdade que alguns são de menor porte do que os de antes, mas mesmo assim param em cima de calçadas de pedestre.
***
Mais leis de trânsito desrespeitadas: o velho habito de dirigir e falar ao celular, obrigar os pedestres a andar no meio da rua porque as calçadas ficam empestiadas de carros de peruas que não podem estacionar longe dos salões de beleza e butiques de luxo, entrar pela contra mão com a desculpa de “pouco movimento” ou que “não vem ninguém”.

***

Algumas vitaminas, só porque levam a “griffe” de marcas famosas e porque são destinadas mais a estética do que outra coisa, estão custando verdadeiras fortunas. Pior para quem precisa tomar esses suplementos e evitar problemas de pele ou queda de cabelo.

 

Sorrento é, digamos, o ponto inicial (ou final, depende do ponto de vista) da Costa Amalfitana. A cidade fica na encosta com o Mediterraneo lá embaixo, sendo alcançado por escadarias e, nos hoteis, por elevadores. Na hora do por do sol, o cenário é imperdivel. Fotos nem conseguem traduzir exatamente o que é

Nos ultimos dias, a Grecia vem ocupando o noticiario por conta da crise que assola o país, um dos mais pobres da Europa. As imagens que a TV vem mostrando estão distante da clássica idéia da Grecia como um país que reune historia e natureza, arte e beleza, tradições e elegancia num lugar só. Com mais de mil ilhas em seu territorio, a Grécia é tambem destino turistico dos mais apreciados. Mikonos, uma de suas mais famosas ilhas, é marcada por contrastes, bares e hoteis charmosos e barquinhos que flutuam em suas enseadas.

 

Na semana do aniversario de descobrimento da Baia de Todos os Santos – são 510 anos desde que foi “achada” pelo navegador Americo Vespuccio em 1 de novembro 1501 – aproveito para lembrar sobre a Igreja da Sé de Palha, no Centro de Salvador. Esta igreja simplesmente foi derrubada para dar passagem ao bonde quando o “progresso” chegou a Baia. Sobraram algumas imagens, desenhos, fotos, que estão em museu, e durante a reforma da Praça da Sé (sim, o nome ficou apesar de não ter mais igreja, nem bonde e nem ao menos ponto de ônibus) construiram o monumento da cruz caida para lembrar a derrubada não só da igreja mas do patrimonio e da memória da cidade.

mais acessados

  • Nenhum

Fotki

Twitter

    follow me on Twitter

    Páginas

    novembro 2011
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930