O nome é esquisito a aparência, também. Os desavisados, ao verem uma foto, pode até achar que é montagem. Não é. A orelha é de coelho, o “shape” é de tamanduá, o focinho de porco, mas o bicho é real e é também conhecido pelo nome – igualmente esquisito – de Orictéropo. Este animal vive em bandos nas savanas do sul da África e é pouco visto devido aos hábitos noturnos. Também chamado, no popular, de urso formigueiro, é meio castanho patas fortes e garras afiadas que ele usa para cavar formigueiros e assim poder se alimentar.
O orictéropo ou aardvark é um animal de médio porte que pode pesar entre 40 a 100 kg. Têm uma pele espessa e de cor amarelada a acastanhada, revestida por poucos pelos, e orelhas compridas e bicudas. A dentição do oricterope é única na classe dos mamíferos e o motivo pelo qual são classificados numa ordem à parte. O adulto tem 20 dentes que não tem esmalte como os de outros animais. Comem principalmente formigas, mas outros insetos e pequenos roedores, também. Graças a sua preferência alimentar tem sido uma forma de controlar pragas como formigas em fazendas da África do Sul.

Fonte – Wikipedia