tuttifrutiehortela

As inscrições no V Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura – V Enecult, maior evento de discussão e apresentação de estudos em cultura do Brasil, serão aceitas apenas até a sexta-feira, dia 22 de maio.

***

O Encontro, promovido pelo Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Cult) da Universidade Federal da Bahia, ocorre entre 27 e 29 de maio, na Reitoria da Universidade Federal da Bahia e na Faculdade de Comunicação (Campus de Ondina).

***

Depois da chuva, o vento forte. Segundo um jornal local de Salvador: “A velocidade dos ventos envergou coqueiros da orla, rasgou uma das lonas do Circo Picolino, em Pituaçu, e encheu a praia de sargaço (algas marinhas comuns em regiões tropicais).”

***

Devido ao grande sucesso dos artistas brasileiros na Europa, chegou a hora da primeira micareta na Espanha. Confirmado o primeiro Carnacelona nos dias 3 e 4 de julho de 2009. O primeiro dia de festa conta com a presença da Banda Eva.

***

Falou em chuva, basta o tempo mudar e todo mundo lota os supermercados numa louca procura por comida. È como se as pessoas quisessem se prevenir de uma possível hecatombe. Loucura e exagero.

***

Bastou chover e as baianas resolveram tirar dos maleiros os seus sobretudos e capas mais agasalhadas. Só que chove, chove, chove e o calor continua. Frio só nos cinemas dos shoppings Iguatemi e Salvador.

***

Começa nesta sexta-feira, 22, o Projeto Música no Porto com shows dos cantores Claudia Cunha e Magary Lord (black semba), a partir das 18 horas, na Praça do Forte Santa Maria, na Barra. Todas as sextas até o dia 5 de junho.

***
Mal passou o dia das mães e o comércio baiano já começou a anunciar o Dia dos Namorados e as festas juninas. Estas, de forte tradição no Nordeste, costumam ser forte apelo especialmente na área de alimentos e bebidas.

***

E o trânsito, heim? As montadoras de veículos deveriam começar a pensar em fabricar carros de plástico, especialmente ônibus. Tem gente que se acha dono da rua e só com carros de plástico poupariam a vida alheia.

***

Desigualdade social: enquanto os ricos se curam de câncer, os pobres morrem na fila a espera de tratamento. Inacreditável é que o SUS anda bancando até cirurgias de estomago mas carece de serviços para atender a doença que mata milhares de brasileiros ao ano.