Absurdo: manobristas de um salão e casa de estética da Av. Paulo VI, Pituba, tomaram conta da calçada com cadeiras e um enorme sombreiro. Os pedestres? Como sempre precisaram andar pelo asfalto, arriscando a própria vida.

***

Nesses tempos de natal melhor ir aos shoppings da cidade de ônibus ou taxi. Estacionar está se tornando impossivel. Gente que trabalha em escritórios e consultorios do Itaigara, Iguatemi e Tancredo Neves aproveitam que é de graça e param lá.

***

Nada mais enfadonho e sem pé nem cabeça do que a minissérie Capitu que a Globo apresentou esta semana. Apesar do estardalhaço promocional, a série não agradou e não passou de uma maluquice pseudo-feliniana que ninguem entendeu.

***

A Casa da Amizade, instituição ligada ao Rotary Clube, inaugurou novas instalações esta semana durante um coquetel concorridissimo. A entidade reune senhoras ligadas ao clube e presta um belo serviço na área educacional.

***

“O esplendor dos pássaros” é o tema do reveillon do Hotel Catussaba Resort, em itapuã, que será animado por duas bandas, a Kondendê e a Orquestra Fred Dantas. O tema foi escolhido para realçar o ambiente natural do hotel, situado a beira mar.

***

Dia 21 de dezembro tem dança no Parque da Cidade. A facilitadora Sirlene Barreto realiza mais uma manhã com danças circulares sagradas comemorando o encerramento do ano. Vale conferir.

***

Está cada vez mais dificil comprar Pão Plus Vita Light em Salvador. Os sabores Iogurte e Cenoura simplesmente sumiram das prateleiras do Bom Preço. Enquanto isso, o sabor Soja, que é horrivel, e o de Centeio, sem-graça, ficam sobrando. Ninguem quer.

***

Com cerca de 20% dos votos, o cantor e compositor Gerônimo tem a preferência dos internautas para ser o Rei Momo do Carnaval 2009. Caetano Veloso está na segunda posição. O compositor Riachão tambem tem sido bem votado.

***

Lojas  do tipo pegue, coloque no carrinho, pague e leve estão fazendo a festa nesse natal. Uma delas, recém inaugurada na Paralela, está virando verdadeiro point nesses dias antes do natal.

***

Pior é que, entre utilidades e bugingangas, os consumidores acabam gastando uma verdadeira nota pois vão enchendo os carros atraidos pelos preços unitários e esquecem de fazer as contas…