– Brasilia surpreende. Não só pelas fofocas politicas, mas por continuar futuristica, 48 anos depois de fundada.

– A ponte JK, no Lago, liga a cidade a mansões maravilhosas. A cidade é setorizada – o que parece estranho para quem vive no caos da baianidade, como eu – e organizad no ultimo.

– Só esqueceram dos pedestres. Atravessar aquelas ruas de seis pistas para ir, seis para voltar com enormes canteiros centrais, é quase impossivel.

– Mas se come bem, têm shoppings legais, entre os quais o Casa Park, especializado em decorações e uma população simpática, pronta para lhe ajudar.