You are currently browsing the daily archive for setembro 20, 2008.

Chegando perto do dia de São Cosme e São Damião e as baianas de acarajé aumentaram o preço de seus produtos. A culpa, explicam, é do feijão fradinho cujo preço subiu nesses ultimos dias.

***

Por conta do Caruru, aumentou o movimento nas feiras e mercados da cidade. No mercado da Ceasa do Rio Vermelho, além dos produtos da época, frutos do mar e pratos de barro têm sido bem vendidos.

***

E a campanha eleitoral? Alguns candidatos, sem argumento, querem fazer a cidade retornar a idade da pedra. Outros ficam apenas atacando os outros sem apresentar propostas. Quem sofre com isso é o povo.

***

Comentários sobre os vestidos das duas noivas mais famosas da temporada: o de Juliana Paes está sendo considerado bonito e elegante. Em compensação do de Sandy é mais over do que a maquiagem que ela usa.

***

Se você quiser presentear alguma criança com uma bola de plástico, simples, esqueça e mude de idéia. As bolas sumiram das lojas. Há apenas versões de couro ou bolas grandes e pesadas que não servem para crianças pequenas.

***

E A Favorita, heim? Deveria agradecer a audiência a Chamas da Vida, da Record, que consegue ser pior, mais violenta e mais ridicula ainda. Tomara que a próxima novela das nove seja melhor.

***

Coisas interessantes no cinema. Um filme que vale a pena é A Outra que conta a história de Ana e Mary Bolena e seus envolvimentos com o Rei Henry VIII

Anúncios

– Brasilia surpreende. Não só pelas fofocas politicas, mas por continuar futuristica, 48 anos depois de fundada.

– A ponte JK, no Lago, liga a cidade a mansões maravilhosas. A cidade é setorizada – o que parece estranho para quem vive no caos da baianidade, como eu – e organizad no ultimo.

– Só esqueceram dos pedestres. Atravessar aquelas ruas de seis pistas para ir, seis para voltar com enormes canteiros centrais, é quase impossivel.

– Mas se come bem, têm shoppings legais, entre os quais o Casa Park, especializado em decorações e uma população simpática, pronta para lhe ajudar.

Hoje, Julia almoçou aqui e contou seus avanços na escola. Ela cortou o cabelo, ficou com mais cara de mocinha do que de menininha de 6 anos. Queria brincar. Advinhe de que? Fazer conta de armar.
Esse é um dos avanços que ela me falou: já sabe fazer contas de armar. E mais: escrever com letras cursivas.
 
Sobre o corte do cabelo, Julia contou que “a moça cortou meus cachinhos” e que “o chão do salão ficou imundo, minha tia”.
 
Enquanto isto, vejam ela com cabelo antigo, numa foto de julho e no LO com meu kit celta

Fotki

Twitter

    follow me on Twitter

    Páginas

    setembro 2008
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    2930  
    Anúncios