You are currently browsing the monthly archive for julho 2008.

When I went to Arizona, I had lunch in a city called William in the way between the Hoover Dam and Flagstaff. This city is in the desert and the ameridian influence is great. The restaurant was decorated with navajos, hopi, havasu and other nations elements and the meal was very spice, but I really loved it.

Anúncios

A little bit of music

Norah Jones, is a singer that I like very much. The first time I heard her singing was in the soap opera “Beijo do Vampiro”. In the internacional sound track, productors included the hit Come away with me. Since then, I have researched songs and informations about this artist whose father is the famous hindi musician Ravi Shankar. She is also composer and pianist. She was born in Brooklin in 1979 but grew up in Texas with her mother.

Now, the lyrics of come away with me. I hope you enjoy it.

Come away with me in the night
Come away with me
And I will write you a song

Come away with me on a bus
Come away where they can’t tempt us
With their lies

And I wanna walk with you
On a cloudy day
In fields where the yellow grass grows
knee-high
So won’t you try to come

Come away with me and we’ll kiss
On a mountain top
Come away with me
And I’ll never stop loving you

And I wanna wake up with the rain
Falling on a tin roof
While I’m safe there in your arms
So all I ask is for you
To come away with me in the night
Come away with me

Um por do sol nunca será igual ao outro até porque um dia nunca é igual ao outro. As coisas vão mudando e isso, claro, se reflete em tudo: lugares, pessoas, vegetação. Alguns ocasos se plantam na mente e ficam na lembrança. Outros se perderiam se não fossem as fotos. Como essa. No meio do deserto, a caminho de Flagstaff

Flores para:

– Ronaldinho Gaucho, por estar disposto a dar a volta por cima

– Equipe do Rede Bahia revista, pelo programa do domingo passado sobre Lampião

– Dercy Gonçalves – in memoriam

Espinhos para

– Ana Maria Braga – está muito chata e repetitiva

– Xuxa – devia sair de cena… já está ultrapassada

– Hanna Montana – oh programinha chato

Ver a vida
em pequenos grãos
Sentir a vida
em pequenas flores
Dar a vida
em pequenos gestos
ser apenas humano
e é muito
 
Fatima Dannemann

Fatima Dannemann
O que mais me impressiona
nas cidades americanas
é que seu horizonte tem sempre arranha-céus…

Na janela do meu quarto
tem uma fada.
Asa de pirilampo,
corpo de sereia,
ela flutua na janela
meio curvada
como se quisesse
me contar alguma coisa.

A fada da janela
do meu quarto
usa chapéu de bruxa
e parece soprar um beijo
para alguém lá longe…

Na janela do meu quarto,
uma pequena fada
chamuscada
por uma vela cor de rosa,
toma conta das sombras
que tentam entrar
durante a noite…

A pequena fada
cabe na palma da mão
usa chapéu de bruxa,
mas esqueceu
a varinha de condão.
Diz ela que não precisa.
Coisas de fadas modernas,
encanta por si só.
Com suas asas de pirilampo.
Corpo de sereia.
E um top tão fashion
que parece ter sido
comprado em boutique.

Essa é a minha pequena
fada chamuscada.
Presa na janela,
a vigiar por mim…

Fatima Dannemann

Eu disse
Não quero mais poesias
Eu repeti
Chega de Versos
Mas as vezes
………………..
Textos quebrados
não chegam a ser poemas.
Nem todo verso
é espelho dos males do mundo…
As vezes…
…………………..
E pulo linhas,
abro janelas
(excessões, melhor dizendo)
e lembro:
até heavy-metal
é escrito em verso
então…

mais acessados

  • Nenhum

Fotki

Twitter

    follow me on Twitter

    Páginas

    julho 2008
    S T Q Q S S D
    « jun   ago »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031