fimfesta.jpg

Fim de festa

Fatima Dannemann

A fonte secou
O dia nublou
o vento parou
E como num passe
nem tão mágico
tudo ficou mudo
nem um som.
Calou-se a voz que dizia poesias
calou-se a garganta que cantava
a fonte secou…

e por ai, mais adiante,
outros brados de outros bardos
poesia? nem tanto…
calou-se a voz
secou-se a fonte
e o vento jogou as folhas longe